"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

domingo, 25 de junho de 2017

"A CABEÇA SEM CORPO" QUE É O MONSTRO PETISTA... (OLAVO DE CARVALHO)

OLAVO DE CARVALHO: A LIMITAÇÃO E IGNORÂNCIA DO PENSAMENTO BRASILEIRO

OLAVO DE CARVALHO (QUE É CATÓLICO) FALANDO A VERDADE SOBRE O PAPA FRANCISCO!

O BRASIL PERANTE A NOVA ORDEM MUNDIAL

PROF. OLAVO DE CARVALHO: A CULTURA BRASILEIRA

PALESTRA DO LIVRO O JARDIM DAS AFLIÇÕES (OLAVO DE CARVALHO)

OLAVO DE CARVALHO: AS TRÊS MONSTRUOSIDADES DA CULTURA BRASILEIRA

OLAVO DE CARVALHO: ENGENHARIA DA COMPLACÊNCIA

OLAVO DE CARVALHO EXPLICA O PROTESTANTISMO

A REPÚBLICA: A ALTA CULTURA LUSO BRASILEIRA E O COMBATE AO MARXISMO CULTURAL

A CRIAÇÃO DA CRIMINALIDADE PELO GOVERNO - A FALSA EDUCAÇÃO (OLAVO DE CARVALHO)

ESPIRAL DO SILÊNCIO - MANIPULAÇÃO DA MÍDIA - CONTROLE DA OPINIÃO (JOSÉ MARCIO CASTRO ALVES)

OLAVO DE CARVALHO: A ESPIRAL DO SILÊNCIO

ESPIRAL DO SILÊNCIO NATURAL E ARTIFICIAL (INDUZIDA) (DURVAL FERREIRA)

ENTREVISTA: A ESPIRAL DO SILÊNCIO

#TerçaLivreEntrevista – A ESPIRAL DO SILÊNCIO


25 de junho de 2017
postado por m.americo

VALOR DE OBRAS DO DF CITADAS EM DELAÇÕES PREMIADAS DA ODEBRECHT SOMAM R$ 9 BILHÕES

MANÉ GARRINCHA ESTÁ ENTRE AS OBRAS SUERFATURADAS DA ODEBRECHT

TRÊS OBRAS DO DISTRITO FEDERAL, NEGOCIADAS PELO ODEBRECHT, PODEM REPRESENTAR UM GASTO DE R$ 9 BILHÕES AOS COFRES PÚBLICOS (FOTO: ANDRÉ BORGES/AGÊNCIA BRASÍLIA)


Três obras do Distrito Federal, negociadas pelo Odebrecht, podem representar um gasto de R$ 9 bilhões aos cofres públicos quando os contratos forem cumpridos até o fim. O valor, que ainda não teve a maior parte paga, se refere ao custo das construções do Estádio Mané Garrincha, do condomínio Jardins Mangueiral e do novo Centro Adminsitrativo.

As duas últimas obras ainda têm contrato vigente com o governo. Apesar das obras já terem sido concluídas, a parceria público-privada prevê manutenção do condomínio por 15 anos e do centro, por 22.

No caso do Jardins Mangueiral, o governo afirma que entrou apenas com a cessão do terreno. As contraprestações são pagas pela Caixa e pela União, como parte do programa Minha Casa, Minha Vida. As parcelas mensais do Centro Administrativo, que ainda não começaram a ser pagas, custam R$ 22 milhões. O consórcio e o GDF estudam uma forma de rescindir o contrato.

Já em relação ao Mané Garrincha, a Odebrecht fez um "acordo de mercado" com a Andrade Gutierrez, que venceu a licitação com uma concorrência fraca e um valor de contrato mais alto. Em troca, a Odebrecht fez o mesmo com a Arena Pernambuco.


25 de junho de 2017
diário do poder

CANTANHEDE INSINUA QUE EXÉRCITO PODE VOLTAR A GOVERNAR